Page 8 - revista_353
P. 8

Deus, que lhe veio e foi crescendo o espírito de pobreza, a humildade
          mais profunda, a dedicação sem limites. Desta vida mergulhada em
          Deus lhe nasceu sempre o desejo de amar mais e servir melhor.






























                               Homem de sacrário.



            De facto o sacrário, ou melhor Jesus que lá estava dentro à sua
          espera, era sempre um íman a atraí-lo. As pessoas ficavam encantadas
          de o ver de joelhos a rezar e a falar com Jesus Eucaristia. Não passava
          junto de uma Igreja ou Capela que estivesse aberta que não entrasse
          para fazer uma visita a Jesus, para estar com o seu Amigo. Gostava
          de orientar Horas Santas e colocar o povo em comunhão com Jesus
          em diálogo orante com a sua devoção habitual. E com que alegria
          levava Jesus Eucaristia aos doentes e acompanhava as procissões do
          Santíssimo Sacramento. Homem de joelhos perante Deus no Pão do
          Céu a implorar graças, diante de Jesus Eucaristia para colocar no
          Coração d’Ele o mundo, a Igreja, os pobres, os pecadores. Sabemos



          54              GRAÇAS DO PADRE CRUZ SJ
   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13